Roberto Carlos Braga

Roberto Carlos Braga

Sobre o cenário da música brasileira no período da Ditadura Militar temos como aceito certa avaliação que divide o palco em dois grupos: uma “jovem guarda” alienada e passiva ao contexto político do país e uma MPB engajada. Hoje, propomos-nos a discutir e a relativizar essa afirmação, sem qualquer pretensão de engrandecer ou de justificar o posicionamento político e artístico de qualquer nome da nossa música.

Programa Jovem Guarda, TV RECORD

Programa Jovem Guarda, TV RECORD

Durante a década de sessenta, a cena artística ficou cerceada pelas políticas de controle social. Muitas coisas não podiam ser ditas e muito daquilo que se queria dizer, precisava de uma formato velado que protegesse as idéias do aparato da censura. É bem plausível, que os grandes desdobres nas letras de músicas não tenham sido formulados pela Jovem Guarda, no entanto, traremos para vocês um exemplo no qual a divisão entre música de protesto e o iê iê iê não era tão estanque assim.

Roberto Carlos cumprimenta autoridades militares.

Roberto Carlos cumprimenta autoridades militares.

Nesse cenário musical, despontou na TV um programa chamado Jovem Guarda que estreou em setembro de 1965 no canal Record. Comandado por Roberto Carlos, Erasmo Carlos e Wanderléia, ele rapidamente foi marcado por uma grande audiência popular. Nesse contexto, Roberto Carlos foi um porta voz da Jovem Guarda e do iê iê iê – estilo musical que se inspirou as baladas de rock dos anos 50, que falava de namoros juvenis e romances aventurosos. A maioria das músicas da Jovem Guarda não tinha compromisso com a crítica política ou social, todavia também não se assumiu partidária da ditadura e nessa posição de “não assumir lados”, foi tachada de apoiadora da Ditadura.

Roberto Rei, Resistência na Jovem Guarda

Roberto Rei, Resistência na Jovem Guarda

Outro cantor e compositor da Jovem Guarda, Roberto Rei, bem menos conhecido que o “Rei Roberto”, compôs algumas das músicas de grande sucesso na época. Dentre elas encontramos as canções Onda do jacaré e História de um homem mau interpretadas por Roberto Carlos.

Das interpretadas por ele próprio, escolhemos para hoje a música A bomba está para explodir na praça enquanto a banda passa, para mostrar que o estilo musical da Jovem Guarda também guardava seus resistentes.

Roberto Rei e o canto da Juventude - Jovem Guarda

Roberto Rei e o canto da Juventude – Jovem Guarda

Lançada em 1967, período no qual a ditadura passou por um processo de endurecimento, a canção fala de um atentado terrorista que irá acontecer enquanto uma banda de música passa por uma praça. Como toda a obra de arte, não cabe a nós por aqui interpretá-la por vocês, mas fica por aqui, o convite para pensarmos nessa banda, nessa praça e nessa bomba cantada por Roberto Rei em um contexto musical tomado de produções descomprometidas, no qual exceções não deixam de surgir.

A bomba esta para explodir na praça enquanto a banda passa – Roberto Rei

A bomba está para explodir na praça enquanto a banda passa (Refrão)
A praça é este mundo alegre em que vivemos.
De gente tão risonha tão contente e tão feliz.
De gente que não pensa em ódio e vingança.
De gente que ainda pensa nesta vida com esperança.”

(Refrão)

A banda é o conjunto de gente que trabalha.
De gente que só pensa em produzir e construir.
De gente que não sabe que existem homens maus,
que pensam diferente, pois vão tudo destruir, porque…

(Refrão)

A bomba é a guerra o fim destruição.
De tudo que existe do amor da ilusão.
A guerra é enfim a ultima desgraça,
pois tão pouca gente vai dar fim a uma raça, porque…

(Refrão)

Curiosidades!!!

Você sabia que a ideia de uma banda passando pela praça, faz referência a uma música lançada um ano antes A banda – Chico Buarque de Holanda?

Você sabia também que pode ver, por meio de um documento militar da época, “determinados artistas que se uniram à Revolução de 1964 no combate à subversão […] sempre dispostos a uma efetiva cooperação com o Governo”. Encontramos, dentre eles, Roberto Carlos, Agnaldo Timóteo e Wilson Simonal.

(Clique para ver o s Documentos Folha 1/Folha2)

Anúncios