Início

APERS recebe a aula pública Escola, Direitos Humanos e Ensino de História.

Deixe um comentário

Seminário de Ensino de História

Nesse sábado, 06/12, o APERS sediará a aula pública Escola, Direitos Humanos e Ensino de História, promovida a partir do Seminário de Ensino de História: Teoria e Prática, ministrado pelo professor Enrique Padrós para o curso de História da UFRGS.

A atividade, que é aberta ao público, contará com a presença de diversos convidados nos turnos da manhã e da tarde, tendo como principal objetivo a problematização da educação para o fortalecimento dos Direitos Humanos, em diversos âmbitos. A participação é gratuita, mas não haverá emissão de certificados.

Confira aqui a programação da atividade.

Conferência com Flávia Schilling encerra Curso de Formação para Professores em 2014 – Participe!

Deixe um comentário

direitosNo dia 29/11, sábado, às 09:30h, ocorre no APERS a Conferência Educação e Direitos Humanos, atividade de encarramento da 4ª edição do Curso de Formação para Professores em Educação Patrimonial, Cidadania e Direitos Humanos promovido pelo Programa de Educação Patrimonial UFRGS/APERS. A conferencista será Flávia Schilling, em atividade gratuita e aberta ao público sem necessidade de inscrição prévia.

Flávia Inês Schilling tem graduação em pedagogia, mestrado em educação e doutorado em Sociologia. Desde 2001 é professora da Faculdade de Educação da USP, tendo defendido tese de Livre Docência em 2012. Teve atuação em escolas e em organizações como o Núcleo de Estudos da Violência da USP, o Centro deFlávia Schilling Referência e Apoio à Vítima e a Comissão da Mulher do Parlamento Latino-americano. Suas pesquisas têm se dedicado aos seguintes temas: direitos humanos, violência, vitimização, corrupção e segurança pública, identidades, relações de gênero. Sua trajetória de vida também foi marcada pelas experiências do exílio, da clandestinidade, da prisão política e da reconstrução ao final do período da ditadura.

Informações: (51)3288-9117 ou acaoeducativa@sarh.rs.gov.br

APERS participa do XII Encontro Estadual de História ANPUH/RS

Deixe um comentário

Na última semana, entre os dias 11 e 14 de agosto, aconteceu o XII Encontro Estadual de História ANPUH/RS: História, Verdade e Ética; onde foram exibidos pôsteres referentes às oficinas do Programa de Educação Patrimonial do Arquivo Público do RS (APERS) em parceria com a Universidade Federal do RS (UFRGS).

A participação do APERS ocorreu no dia 12, na sessão de “Extensão”, onde os estagiários Gabriel Chaves Amorim e Guilherme Tortelli apresentaram o trabalho intitulado História, memória e verdade: reflexão sobre desafios éticos a partir da aplicação da oficina “Resistência em Arquivo: Patrimônio, Ditadura e Direitos Humanos”; já o bolsista Gustavo Mor Malossi e o estagiário Eduardo Hass da Silva expuseram o trabalho denominado Patrimônio, Escravidão e Ensino: abordagens e desafios éticos no ensino sobre escravidão no Rio Grande do Sul a partir da oficina “Os Tesouros da Família Arquivo”. Ambos trabalhos tiveram a orientação da servidora Clarissa Sommer Alves.

Participar do evento permitiu a troca de experiências com pesquisadores de diferentes partes do Estado, dando subsídios teóricos e metodológicos para continuar desenvolvendo e aprimorando as atividades desenvolvidas no Programa de Educação Patrimonial, bem como possibilitou a divulgação das atividades, criando novas possibilidades de pesquisa e problematização.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Circuito Universitário de Cinema

Deixe um comentário

Acontece agora nos meses de agosto e setembro a primeira edição do Circuito Universitário de Cinema. O Circuito Universitário de Cinema é um projeto realizado pela Meios de produção e Comunicação (MPC) em parceria com a BR Petrobras, e com apoio da Mostra Cinema pela Verdade e do Ministério da Justiça que poderam ter adesão das instituições de ensino.A temática da mostra será sobre filmes que retratem o período da Ditadura Civil-Militar no Brasil e suas consequências, assim como na América Latina.

Os três filmes escolhidos para exibição e debate serão: “SETENTA – Documentário”; “Duas histórias” e também “500 – O bebês roubados pela Ditadura Argentina”.

SETENTA – Trailer Oficial – Documentário

SINOPSE: No dia 7 de dezembro de 1970, grupos de combate à ditadura capturam o embaixador suíço no Brasil. Começava o mais longo sequestro político da história do país. Giovanni Enrico Bucher ficou quarenta dias no cativeiro. Os sequestradores queriam a liberdade de setenta presos políticos. Conseguiram.

Os setenta saíram da prisão e foram expulsos do Brasil por decreto presidencial.
No dia 14 de janeiro de 1971, foram embarcados num avião para o Chile. Dois dias depois, o embaixador foi libertado.O filme SETENTA reencontra 18 personagens desta história, mais de quarenta anos depois.Quem são eles? O que pensam? Como conduzem as suas vidas? O que mudou? O que ficou dos ideais e dos sonhos da juventude? Quem eram eles aos vinte anos? O que pensavam? O que esperavam do futuro?

Duas Histórias
SINOPSE: Tendo como linha condutora a trajetória de dois militantes socialistas na luta contra a ditadura militar brasileira. O filme narra duas experiências diferentes, pois diferentes eram as concepções políticas que orientavam a resistência à ditadura. Mas, são iguais na coragem, na dor, na sobrevivência e superação. Uma mulher e seu filho. Um homem. Diversas estradas, chegadas, partidas, fugas, fatos e encontros inesperados. Brasil, Argentina, Chile, outros exílios e finalmente a vitória e a alegria do retorno ao Brasil. Para recomeçar.

500 – O bebês roubados pela Ditadura Argentina

Sinopse: Entre 1976 e 1983, a Argentina viveu sombrios anos de ditadura militar. Neste período, famílias inteiras foram despedaçadas pela repressão clandestina empreendida por um estado terrorista que ceifou a vida de cerca de 30 mil argentinos. Dentre as práticas mais aterradoras deste regime estava o sequestro sistemático de bebês e crianças, filhos de presos e desaparecidos políticos, que eram apropriados por seus algozes com espólio de guerra. A partir da iniciativa das Avós da Praça de Maio criou-se o “Banco dos 500”, com amostras de seu próprio sangue, o que possibilitou a descoberta de 110 das 500 crianças sequestradas. Reunidos às suas famílias reais e às suas verdadeiras identidades, os jovens nascidos nas maternidades dos campos da morte, juntamente com as Avós da Praça de Maio confrontam, em 2011, perante o Tribunal de Buenos Aires, os dignitários da mais sangrenta ditadura Argentina, acusados de genocídio e crimes contra a Humanidade: um caso histórico, único e universal. O documentário “500 – Os bebês roubados pela Ditadura Argentina” narra esta incansável luta das avós e seus netos que continua, diariamente, até que o último dos “500” seja encontrado.

Evento Clínica do Testemunho Refúgio e Exílio – Sofrimento da identidade no encontro com a diferença cultural

Deixe um comentário

Aproveitamos o tema das postagens do mês de junho do Blog Resistência – A Ditadura e o mundo dos Exílios – para divulgar mais um evento da Clínica do Testemunho, grande parceira do APERS na realização de debates sobre a temática.30.06.2014 Evento Clinica do testemunho

Concurso Curta Histórias

Deixe um comentário

Ontem tivemos a oportunidade de receber no APERS, para a oficina de Resistência em Arquivo, uma turma de EJA da Escola Alice de Carvalho do município de Alvorada. Uma turma com 16 alunos, muito queridos e entusiasmados. 

A Escola, junto com a criatividade e talento dos alunos, está concorrendo com outras escolas espalhadas pelo Brasil no concurso chamado Curta Histórias, promovido pelo MEC, na modalidade EJA. O tema é “personalidades negras” e o vídeo produzido pela Alice de Carvalho chama-se  “Carolina Maria de Jesus”. 

O prêmio para a equipe vencedora será de: para os alunos, um smartphone para cada participante da equipe; para o professor, um smartphone e uma câmera digital semiprofissional; e para a escola, um data show, um dvd, uma câmera fotográfica semiprofissional e uma cinemateca!

A votação, que é de juri popular, acontece pelo próprio site do MEC, e vai até esse domingo, dia 11 de maio.

Hoje, queremos pedir a tua contribuição votando e compartilhando. 

Vamos ajudar?

Imagem

Alunos do Eja – Escola Alice de Carvalho

Lançamento Catálogo Resistência em Arquivo: Memórias e Histórias da Ditadura no Brasil

Deixe um comentário

Desde 2012, uma equipe formada por historiadoras, arquivistas e estagiárias do curso de história dedicaram-se a elaboração do Catálogo Resistência em Arquivo: Memórias e Histórias da Ditadura no Brasil descrevendo em forma de verbetes os 1704 processos administrativos oriundos dos trabalhos da Comissão Especial de Indenização instituída pela Lei 11.042/97 .

É com muita satisfação que convidamos a todos para o evento de lançamento do Catálogo Resistência em Arquivo: Memórias e Histórias da Ditadura no Brasil. A atividade acontecerá nos dias 22, 23 e 24 de abril, sempre às 19 horas. A inscrição é gratuita e forneceremos certificado. Participe!!!

Pré Convite

Older Entries

%d bloggers like this: